Mensagem › 01/06/2017

Frei José Hugo

IMG_1806“Tenho o sonho de conseguir ver, mesmo que parcialmente, em vida, sinais concretos do Reino de Deus: partilha, comunhão, perdão, harmonia e fraternidade”.

Sou Frei José Hugo da Silva Santos, Franciscano Conventual, da Província São Francisco de Assis – SP: tenho 35 anos de idade e 8 de sacerdócio.

Desde a infância desejava ser padre, porém não padre diocesano. Na adolescência, tal desejo acabou por esfriar, mas no início da juventude o mesmo voltou com uma força muito grande. Desejava viver em uma fraternidade, com mais pessoas, mas jamais morando sozinho. Recebi um folder sobre os Franciscanos Conventuais das mãos do Frei Luiz Cláudio de Avelar (que hoje é pároco em Ubatuba-SP), na ExpoCatólica de 1997 e guardei-o. Quando aos 17 anos comecei realmente a pensar em ser padre, procurei o folder e encontrando-o liguei para o telefone que nele constava, que era do Seminário Senhor do Bonfim, fiz o acompanhamento vocacional e tive a certeza que era este o meu lugar, pois este é o nosso carisma: a vida em fraternidade e em minoridade, que nascem como expressão do nosso maior tesouro, que é a pobreza, pobreza esta inspirada no Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Nossa Ordem foi fundada em 1209 por São Francisco de Assis como Ordem dos Frades Menores, e mais tarde recebeu o acréscimo de “Conventuais” para simbolizar a diferença entre os frades que desejavam viver a Regra adaptada aos novos tempos, em “Conventos”, e os frades que desejavam vivê-la ao pé da letra, somente em eremitérios, sem abertura e adaptação às exigências da Igreja e dos novos tempos, chamados de “Observantes”. No Brasil, nossa presença acontece a partir de 1947, na cidade do Rio de Janeiro – RJ e, posteriormente, na cidade de Santo André – SP, em 1949.

Desde o início contei muito com o apoio dos meus pais. Para os meus familiares que estavam envolvidos com a vida da igreja, foi uma grande alegria; mas para os que esperavam que eu continuasse os estudos e me formasse em outra área, diziam que eu estava desperdiçando uma grande possibilidade, diante dos estudos que eu realizava… Porém, depois que perceberam que minha decisão era definitiva, compreenderam.

Assim, com 18 anos, no dia 16/02/1999, iniciei minha formação junto aos Franciscanos Conventuais, na Casa São Francisco, em Curitiba-PR. Após a formação inicial, professei os votos solenes, e fui trabalhar como auxiliar nas atividades da nossa obra social, chamada “Cidade dos Meninos” e mais tarde assumi como “Administrador paroquial” os trabalhos na Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Mauá – SP. Quatro anos depois, fui nomeado Vigário na Paróquia São João Batista, no Riacho Grande – São Bernardo do Campo – SP. Desde Janeiro de 2014 voltei a morar no Convento Senhor do Bonfim, na função de Reitor do Seminário Maior Senhor do Bonfim, destinado à formação dos frades estudantes de Teologia.

Peço a todos que sempre rezem pelas vocações. Aproveito também para agradecer fraternalmente a todos os que colaboram com a manutenção dos frades estudantes, através do SOS Vocações, partilhando os dons que Deus concede, em favor de um trabalho tão nobre. Que Deus vos recompense e que São Francisco interceda sempre por cada um de vocês!

E a você, jovem, que sente o chamado de Deus, não deixe que o medo do novo, do diferente, do desconhecido, apague esta chama, este desejo em seu coração.

Paz e Bem!

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.